Essas coisas, logo aí embaixo... Palavras ditadas por um Ghost Writer.

24 de out de 2009

Apontamentos soltos de final (?) de primavera

A leitura do blog do Mário (que Mário?) Bortolotto sempre me inspira. Dessa vez, me faz tentar condensar, em alguns minutos, o que anda acontecendo ao meu redor e o que fervilha na minha cabeça.

Cabeça.

Minha cabeça pesa nesse momento. A menos de 10 horas eu estava numa #HorrorShow, lá no #LaikaClub (valeu, "Obama De Cachos"!). Tantas cervejas quantas eu não devia gastar, mas foi legal (pra caralho). Tocaram tudo que eu pedi, e eu fui um chato que pediu 3 (TRÊS!!!) músicas. E essa lógica de TomaCeva-NãoDorme-ComeçaOutroDia tem sido uma constante nos últimos tempos. Selfdestruct, é assim que se escreve?! Mas o que realmente importa é que eu chego à conclusão de que a "noite", assim, de ir a "festas" e tal, já não me diz muita coisa. Na verdade nunca me disse, mas agora eu tou ficando velho o suficiente pra admitir que eu não levo jeito pra esses rituais de empatia e tal.

Importantíssimo dizer que, no último mês eu fiz parte de uma banda. Que se apresentou em um palco, inclusive! A Boltz... Ahhh, a Boltz. Certamente a aprendizagem que eu tive foi bem importante pra eu (re)avaliar minhas idéias músicais - e principalmente a execução delas -, apesar de, musicalmente, a Boltz não ter referências musicais muito próximas ao que eu pretendo explorar.

E o Jornalismo, ô meu?! Me dá tantas dores de cabeça quanto garrafas de Polar (que é "exportada de Sta. Catarina pra cá, sabia?). "Bom"exemplo disso é o Enfoque, jornal comunitário do qual "participo" em uma das disciplinas desse semestre. Sinto que o meu trabalho não deslanchou, eu tenho muito mais questionamentos do que proposições. Me sinto um peixe pulando no chão de um barco, me debatendo e tal. Eu tenho circulado pelas Ciências Sociais, e tem sido bom. Melhor, na verdade. A verdade, mesmo, é que eu não devia estar estudando agora, tou contemplativo demais pra pensar. Mas...

Mas a coisa mais doida a se falar é que dia 7 próximo estarei em São Paulo , pra ver o Sonic Youth e o Stooges no festival Planeta Terra. Uhúúúl. É isso que me interessa e me faz ser feliz. Sobre isso eu posso escrever rios, por que é a música que me toca. Ponto.

E por fim, mas certamente tão importante (ou mais) quanto os assuntos, tenho praticado arduamente para ser mais cara-de-pau com as meninas desse Brazil... Tarefa árdua, visto que eu não pronuncio certas palavras e fico mudo proporcionalmente ao interesse que tenho em "conhecer" uma guria - salvo raríssimas exceções. E as coisas tem parecido um pouco mais fáceis, tenho conhecido (e reconhecido?) garotas realmente legais. Engraçado com ela(s) não devem fazer idéia de como eu ligo pra elas - apesar de alguns empecilhos causados pela monogamia, maldita.

Obs.: Isso foi, na real, muito mais um exercício ao qual me submeti pra atualizar o blog e exercitar a escrita do que um texto inteligível. Voltaremos.
Obs 2.: Não coloquei todos os links que queria (e deveria) no texto. Pressa. A internet me falta em casa.

.

9 de out de 2009

Caralh#...

... tenho que postar algo novo aqui. (Na real tenho meia dúzia de textos sendo escritos, mas incompletos. Paciência!)

O que REALMENTE importa é que eu vou ver AO VIVO o Sonic Youth e o Stooges - com a formação do "Raw Power"!
.