Essas coisas, logo aí embaixo... Palavras ditadas por um Ghost Writer.

20 de nov de 2009

She Is Rock

Eu tento ligar o "botão Henry Chinaski" nessas horas - sujo, direto e despudorado, um soco no estômago pra curar uma úlcera -, mas ele parece emperrado. Não funciona, pra variar. Soltar o tal "wild side" da minha cabeça insana pra mostrar, FACE TO FACE, o quanto a fala dela é inspiradora & excitante & me dá vontade de sentir vento chuva e frio só por estar ali, quando ela me dirige a palavra. Revigorante, também.

Ela é a vivacidade e a cor de uma juventude real, algo que eu (acho que) conheci dentro do meu próprio crânio em um passado cronologicamente nem tão distante, mas relativamente pré-histórico nos dias que se passam atualmente. Ela me abala de uma forma quase idiota com uma espontaneidade que dá certa inveja, me lembrando a cuca fresca que eu perdi em meio a selva. E como se já não bastasse, e NÃO basta, ela ainda é dona de um sorriso lindo & tranquilo & olhos castanhos & me faz pensar todas aquelas coisas que eu não tenho habilidade alguma pra administrar racionalmente que estão intrínsecamente ligadas àquelas coisas as quais o ensino FORMAL me privou.

Bom, eu. Eu sou o Kurt Donald Cobain berrando os versos iniciais de Serve the Servants, do disco In Utero, "Teenage angst has paid off well/ Now I'm BORED and OLD!". Eu sou o retrato da ruina da empatia. Os kilometros percorridos diariamente só aumentam, meus desejos viraram fantasmas recalcados. A identidade perdida num final de manhã de 2005. Isso, e só. Chateado e velho, dentro de uma carapaça pseudo juvenil

E no final desse maldito Festival Chororô - RAW POWER (!!!) dos Stooges ao fundo -, eu penso na frase mais afudê (uma homenagem torta, uma ode subversiva) pra se falar pra uma garota afudê. A frase que vai me redimir frente a EU próprio e às aulas subversivas do punk rock. Totalmente Chinaski Style, apesar de eu ter adaptado dum filme francês (e não se adaptar INTEGRALMENTE - devido ao tempo verbal - ao caso): "Querida, você não sabe os RIOS de esperma que eu já VERTI por você!"
.

(Esse tava guardado há mais de um mês. Só agora resolvi soltar o animalzinho, hahahaha!)
.